anuncie na Folha do Centro - ligue - (21) 96471-7966 Edição N° 323 - Abril de 2024.
COLUNAS
NOTICIAS
FOTOS
SERVIÇOS
PREVISÃO DO TEMPO
  Fala Dr.  
Abril Azul: um mês para celebrar a neurodiversidade e construir um mundo mais inclusivo

DIAGNÓSTICO DE AUTISMO AUMENTA NOS CONSULTÓRIOS E MUITOS ADULTOS ESTÃO DESCOBRINDO QUE TÊM O TRANSTORNO
O crescimento expressivo na quantidade de indivíduos diagnosticados com autismo no mundo, que hoje já representa cerca de 2% da população do planeta, traz à tona uma discussão importante: os casos de autismo estão aumentando ou os números atuais são reflexo de uma evolução no diagnóstico do transtorno, tanto em crianças quanto em adultos?
Pesquisas científicas demonstram que o autismo tem uma forte base genética, que pode chegar a mais de 90% de herdabilidade. Nos últimos 20 anos, houve grande evolução no diagnóstico devido aos avanços das técnicas de sequenciamento.
O Censo escolar registrou um aumento de 280% no número de estudantes com TEA (Transtorno do
Espectro Autista) matriculados em escolas públicas e particulares do país, apenas no período entre 2017 e 2021. A Organização Mundial de Saúde (OMS) estima que o Brasil tenha entre 2 e 4 milhões de pessoas com TEA.
"É preciso investir em políticas públicas de Estado, que permaneçam mesmo com as mudanças de governo. Desde setembro passado, a atenção aos autistas consta na Política Nacional de Saúde da Pessoas com Deficiência (PNSPD). Mas apesar de avanços na legislação, é preciso que as leis e as iniciativas governamentais "saiam do papel" e atinjam, de fato, uma dimensão real de proteção e de inclusão", afirma o Defensor Público Federal André Naves, especialista em direitos humanos e inclusão social.
A boa notícia é que atualmente e, cada vez mais, os casos de autismo estão sendo diagnosticados precocemente e com mais facilidade. Com o advento da internet, dos sites e redes sociais, o acesso à informação é bem maior e muitas pessoas que sempre se sentiram "deslocadas", "sem ambiente", "diferentes", começaram a escutar e a ler sobre autismo e se identificaram. Hoje em dia, também, os profissionais têm um olhar mais aguçado para diagnosticar o TEA. No Dia Mundial de Conscientização do Autismo, celebrado em 02 de abril, é destacado a importância do diagnóstico adequado, do acompanhamento especializado e da inclusão social das pessoas com TEA.

 

 
CAPA
EDIÇÕES ANTERIORES
www.jornalfolhadocentro.com.br
Admin
© 2007- FOLHA DO CENTRO - Todos os direitos reservados. - Desenvolvido por DMS
 
 
..