anuncie na Folha do Centro - ligue - (21) 96471-7966 Edição N° 321 - Janeiro de 2024.
COLUNAS
NOTICIAS
FOTOS
SERVIÇOS
PREVISÃO DO TEMPO

Temporada de ensaios técnicos no sambódromo foi aberta com as escolas de samba mirins

As escolas que compõem o Grupo Mirim prepararam um grande espetáculo para marcar a abertura da temporada dos ensaios técnicos visando o próximo carnaval, na Passarela do Samba. Integrantes das 17 agremiações filiadas à Associação das Escolas Mirins do Rio de Janeiro, pisaram firme na avenida mostrando todo o gingado e samba no pé, além da espontaneidade, alegria e simpatia, sentimentos que somente os petizes têm capacidade de mostrar, aliando a magia do carnaval e a pureza das crianças.
porta-bandeira, intérpretes e ritmistas, que fazem parte do projeto escola de ritmistas comandada por Mestre Chuvisco.
"Todas as escolas estiveram representadas por seus
casais, além de estarmos relembrando grandes clássicos dos sambas de enredo, sendo entoados por nossos intérpretes mirins. Disse Alexandre Moraes - diretor musical da Aesm-Rio.
sabe, sambando igual a gente grande", destacou Jorge Xavier - diretor jurídico e vice-presidente da Associação das Escolas de Samba Mirins.
Cerca de mil crianças representando as escolas
mirins pelo segundo ano deram prévia do que mostrarão na Terça-feira de Carnaval. Cada agremiação se fez presente com aproximadamente 50 componentes, casais de mestre-sala e
"As crianças participam há quarenta anos dos desfiles no Sambódromo, enxergamos como justa a participação dos nossos pequenos nos ensaios técnicos. Apesar de trabalhoso é um enorme prazer ver o futuro do carnaval mostrando o que sabe, sambando igual a gente grande", destacou Jorge Xavier - diretor jurídico e vice-presidente da Associação das Escolas de Samba Mirins.
Cerca de mil crianças representando as escolas mirins pelo segundo ano deram prévia do que mostrarão na Terça-feira de Carnaval. Cada agremiação se fez presente com aproximadamente 50 componentes, casais de mestre-sala e porta-bandeira, intérpretes e ritmistas, que fazem parte do projeto escola de ritmistas comandada por Mestre Chuvisco.
"Todas as escolas estiveram representadas por seus casais, além de estarmos relembrando grandes clássicos dos sambas de enredo, sendo entoados por nossos intérpretes mirins. Disse Alexandre Moraes - diretor musical da Aesm-Rio.

 

 
CAPA
EDIÇÕES ANTERIORES
www.jornalfolhadocentro.com.br
Admin
© 2007- FOLHA DO CENTRO - Todos os direitos reservados. - Desenvolvido por DMS