FOLHA DO CENTRO - 23 ANOS DE EXISTÊNCIA Edição N° 273 - Junho de 2019.
COLUNAS
NOTICIAS
FOTOS
SERVIÇOS
PREVISÃO DO TEMPO
  Giro pelo Centro  
Tribunal de Justiça pede a cessão definitiva do prédio na Leopoldina

O Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro solicitou ao governador Wilson Witzel a cessão definitiva do prédio da Estação Barão de Mauá, na Leopoldina. O TJ voltou a negociar com o Estado o uso do imóvel que está parado e não oferece nenhum serviço público desde 2002. O Presidente do Tribunal, Cláudio de Mello Tavares está negociando com o governador para que o TJ revitalize o imóvel e passe a utilizá-lo para a área administrativa e de logística do Poder Judiciário. O objetivo do TJ é a cessão definitiva do imóvel, porém o acordo inicial prevê apenas o uso temporário do imóvel.

Palácio Tiradentes completa 93 anos e ganha modera iluminação artística
O Centro do Rio de Janeiro acaba de ganhar mais uma atração turística noturna. Ao completar 93 anos, o Palácio Tiradentes, sede da assembléia Legislativa do Estado, o imóvel ganhou um moderno sistema de iluminação artística. O Palácio se consolidou como um ponto turístico noturno da cidade. O belo e imponente Palácio foi inaugurado em 1926, firmando-se como um marco da arquitetura brasileira, símbolo da ‘Belle Époque’. A nova iluminação, além de valorizar a beleza arquitetônica do Palácio, contribui para a melhoria da segurança nas ruas do entorno. O Palácio oferece visitas guiadas diariamente, incluindo sábados, domingos e feriados. As visitas são marcadas pelo site da Alerj. O Palácio Tiradentes passou a abrigar a Alerj a partir de 1960 quando a capital federal foi transferida para Brasília.

Vegetação na Lapa é usada como banheiro e descarte de lixo
Há quase dois anos a paisagem na Praça Cardeal Câmara, em frente aos Arcos da Lapa, se transformou em um ambiente ecologicamente correto com o plantio de um canteiro que fertilizou o solo árido do local. Atualmente o espaço é o retrato do abandono e se transformou em um matagal mal conservado, com descarte de lixo, além de ser utilizado como banheiro público pela população de rua. A vegetação se transfigurou em muita sujeira entre as plantas e árvores frutíferas que foram plantadas no local. Nas redes sociais os moradores e freqüentadores da Lapa apoiam a iniciativa que transformou a paisagem dos Arcos, mas também criticam duramente a falta de manutenção e de cuidados com o local. A área verde foi concebida pelo coletivo Organicidade em parceria com a Fundição Progresso, a Fundação Parques e Jardins e outros grupos socioambientais que organizaram multirões para o plantio.
Porto do Rio recebe a maior livraria flutuante do mundo
O porto do Rio receberá do dia 18 de setembro ao dia 8 de outubro, o Logos Hope, considerado a maior livraria flutuante do planeta, com mais de 5 mil livros a bordo. O navio ficará aberto à visitação pública, oferecendo também acesso a salas de teatro, concertos e conferências. Antes do Rio, o navio atracará em Santos. Depois, seguirá para Vitória, Salvador e Belém. Nas cidades em que aporta, a embarcação monta uma estrutura para doação de livros ou para venda a baixo custo. A tripulação é composta por 440 voluntários de vários países, que trabalham em um projeto humanitário mantido por uma organização sem fins lucrativos de origem alemã. Os responsáveis pela iniciativa informam que o navio já foi visitado por cerca de 47 milhões de pessoas em 150 países, nos 40 anos do projeto. A maior parte dos livros disponíveis está em inglês, mas há uma oferta na língua de cada lugar onde o projeto é realizado.

Risco de desabamento na Lapa
O Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Rio de Janeiro alertou sobre o risco de desabamento de um casarão do século XX localizado na Lapa. O imóvel, tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), é o Palacete Visconde de São Lourenço foi um dos primeiros edifícios a serem tombados no Rio. O Ministério Público Federal (MPF) tenta responsabilizar a proprietária do imóvel pelas reformas. Porém, ela já disse à Justiça que não tem condições financeiras para arcar com os custos da restauração. O Iphan e o Ministério Público Federal continuam em busca de uma solução para o restauro do prédio. A prefeitura colocou andaimes no entorno do prédio para impedir a queda de rebocos do alto do casarão e isolou a calçada.

Museu de Arte do Rio tem entrada gratuita no mês de Junho
O MAR estará com suas portas abertas até o dia 25 de Junho sem cobranças de ingressos. A entrada é totalmente gratuita para visitar os dois prédios da Praça Mauá, conferir as exposições “O Rio dos Navegantes”, “Mulheres na Coleção MAR” e “Rosana Paulino: a costura da memória”, a instalação audiovisual “FLUXO” e outras atrações que acontecem durante todo o mês. A Principal exposição do MAR em 2019, “O Rio dos Navegantes” traz uma abordagem transversal da história do Rio de Janeiro como cidade portuária, do ponto de vista dos diversos povos, navegantes e imigrantes que desde o século XVI passaram, aportaram e por aqui viveram. Estão reunidas 550 peças históricas e contemporâneas, entre pinturas, fotografias, vídeos, instalações, objetos, documentos e esculturas.

 

 
CAPA
EDIÇÕES ANTERIORES
www.jornalfolhadocentro.com.br
Admin
© 2007- FOLHA DO CENTRO - Todos os direitos reservados. - Desenvolvido por DMS