FOLHA DO CENTRO - 23 ANOS DE EXISTÊNCIA Edição N° 263 - Agosto de 2018.
COLUNAS
NOTICIAS
FOTOS
SERVIÇOS
PREVISÃO DO TEMPO
  Página da Saara  
Seleção não emplaca, mas Rádio Saara acerta em cheio na transmissão da Copa

Colaborou: Allan Vieira
Perto de comemorar 33 anos de fundação a Rádio Saara pela primeira vez em sua história transmitiu uma Copa do Mundo. Com a iniciativa de um de seus diretores, Renato Alves, o projeto foi elaborado para um show de exibição do evento que faz nações pararem para acompanhar os jogos.
A equipe contou com oito profissionais fazendo revezamento durante as partidas. No time escalado, estavam os narradores Felipe Reis, Emerson Santos e Leandro Lima, os repórteres Victor Arouca e Allan Victor, os comentaristas Alan Kalaoun, Heitor Olimpo e Renato Alves que transmitiram quase todos os jogos da Copa. Incluindo os jogos do Brasil, 45 partidas foram transmitidas pela rádio. Os narradores, comentaristas e repórteres assistem ao jogo pela televisão e narram os lances de maneira simultânea.
Para o diretor geral da rádio, Luiz Antônio Bap o destaque desta Copa do Mundo foi a partida válida pelas Oitavas de final entre Brasil e México às 11h da manhã. “Como não houve feriado, todos os trabalhadores cumpriram normalmente sua jornada diária com uma pausa somente no horário do jogo, por isso, uma grande estrutura foi montada na Praça do Mascate para a transmissão do jogo, na ocasião, mais de 1500 pessoas estavam presentes para acompanhar a partida”, destacou o diretor. Na mesma semana a seleção acabou se despedindo da copa após ser eliminada nas quartas de final pela seleção Belga, porém, isso não desanimou os profissionais que seguiram o projeto até a grande final.
Após grande sucesso na transmissão da Copa do Mundo, os diretores decidiram dar sequência ao esporte na Rádio Saara, e agora a rádio também está transmitindo o Campeonato Brasileiro, Copa do Brasil, Copa Libertadores da América e a Copa Sul-Americana, onde os clubes cariocas estiverem presentes. O projeto está em fase inicial e todos esperam um retorno positivo para continuarem a todo vapor no ano que vem. Para o narrador Felipe Reis, vai ser uma tarefa difícil, porém, tem a certeza que tudo correrá bem até o fim da temporada, “Todo inicio de projeto é complicado, poucas pessoas acreditam, mas quem acompanhou esta Copa viu que aqui o trabalho é sério e com certeza no final do ano teremos o retorno esperado.” Afirmou o narrador de futebol da rádio.

 

 
CAPA
EDIÇÕES ANTERIORES
www.jornalfolhadocentro.com.br
Admin
© 2007- FOLHA DO CENTRO - Todos os direitos reservados. - Desenvolvido por DMS
 
 
..