FOLHA DO CENTRO - 23 ANOS DE EXISTÊNCIA Edição N° 259 - Abril de 2018.
COLUNAS
NOTICIAS
FOTOS
SERVIÇOS
PREVISÃO DO TEMPO

Palacete Casa da Moeda reabre no Centro da Cidade

A Casa da Moeda do Brasil comemora o término da restauração do Palacete Casa da Moeda do Brasil, prédio tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) que abrigou o primeiro museu do Brasil.
Aberto à visitação pública desde março, o Palacete ficou fechado por cerca de 30 anos e agora faz parte do cenário cultural do Centro do Rio, abrigando o Museu da Casa da Moeda
Com cerca de 200 anos de idade, o Palacete é uma edificação de grande valor histórico, especialmente para a memória da pesquisa científica do Brasil. O Palacete abrigou a primeira instituição de pesquisa do país, a Casa de História Natural e foi nesse imóvel que Dom João VI abrigou o primeiro museu do país, o Museu Real, criado por decreto em 1818.
No primeiro andar do Palacete, o público vai encontrar a loja de colecionismo numismático do Clube da Medalha e três mostras: uma mostra das obras de Romero Britto, artista recentemente homenageado com uma medalha comemorativa, uma mostra de peças do acervo da CMB e uma mostra que proporciona a imersão do universo da restauração do Palacete.
No segundo andar, o público visitante vai encontrar peças de mobiliário artístico, talhadas em madeira nobre por artistas da Casa da Moeda do Brasil. Tombado desde 2016, o Palacete é uma construção eclética, de traços neoclássicos, com feição palaciana do início do século XX, sem os traços originais da antiga sede do Museu, em estilo “barroco-brasileiro”.
As fachadas originais do prédio estão associadas ao período de transição que marcou a passagem da arquitetura da fase colonial para a neoclássica, o que representa a importância histórica do imóvel. O belo palacete, que já foi residência de um comerciante, desde 1818, vem sofrendo modificações. É um prédio que guarda a história do país.
O imóvel ficou fechado e sem uso desde 1998 e a construção já estava entregue à ação do tempo. Com o restauro, o prédio de seis mil metros quadrados inicia um novo capítulo da sua história. As obras custaram cerca de R$ 15,8 milhões e o Museu conta com acervo de moedas, cédulas, medalhas, além de documentos e fotos históricas.
O Palacete fica localizado na Praça da República, 26, Centro. O Museu funciona de segunda a sexta, das 10h00 às 17h00.

 

 
CAPA
EDIÇÕES ANTERIORES
www.jornalfolhadocentro.com.br
Admin
© 2007- FOLHA DO CENTRO - Todos os direitos reservados. - Desenvolvido por DMS