FOLHA DO CENTRO - 23 ANOS DE EXISTÊNCIA Edição N° 257 - Fevereiro de 2018.
COLUNAS
NOTICIAS
FOTOS
SERVIÇOS
PREVISÃO DO TEMPO
  Turismo  

Turismobile - Em ritmo de Folia, Carnaval 2017!
O carnaval do Rio de Janeiro é um evento único que abusa da criatividade, sendo considerado o maior espetáculo da terra. Neste período as pessoas ficam verdadeiramente originais, bastando apenas colocar uma fantasia, independente do preço e cair na folia. É uma festa democrática em que há inversões por meio de personagens, onde o homem vira mulher, o rico vira pobre, a pessoa comum vira celebridade, o tímido fica descontraído, e por aí em diante.
A cidade respira folia com pessoas vindas de todas as partes do mundo e destaque atualmente para o Carnaval de rua, com seus blocos e programações gratuitas. O evento é uma festa popular de data móvel, sendo comemorado sete domingos antes da Páscoa. Apesar de sua associação ao calendário religioso, a festa popular é de origem pagã. No Brasil, o Entrudo chegou com os portugueses no século XVI e consistia em uma brincadeira agressiva no período carnavalesco. Havia o entrudo familiar, realizado nas casas senhorais, e o popular.
Historicamente existem dois carnavais no Rio de Janeiro: o de salão e o de rua. O carnaval de salão originou – se dos bailes de máscaras italianos, e que aqui se difundiram na segunda metade do século XIX. Documentos de época registram que em 1840, uma mulher italiana casada com um hoteleiro estabelecido no Largo do Rossio, atual Praça Tiradentes, promoveu então o primeiro baile de carnaval carioca. O evento foi um sucesso, e a novidade fez com que no século XX, a cidade do Rio de Janeiro fosse sede de bailes antológicos, como os que ocorriam no Hotel Copacabana Palace e no Teatro Municipal.
O carnaval de rua, que hoje em dia voltou a ser um sucesso, nasceu no final do século XIX. As grandes sociedades – Democráticos (ainda existe o clube), os Fenianos e os Tenentes do Diabo – apresentavam enredos de crítica social e política, desfilando ao som das óperas, com carros alegóricos e fantasias luxuosas. Da mesma época, os ranchos também possuíam seus enredos, fantasias, carros alegóricos, porta estandarte, mestre sala, tímidos abre alas e algumas baianas. Os blocos, formados nos morros e subúrbios cariocas, comporiam o coração do carnaval carioca. Destaque para o Cordão da Bola Preta que surgiu em 1918 e atualmente arrasta multidões no sábado de Carnaval.
Todo o improviso e animação do carnaval de rua de antigamente deu origem ainda às escolas de samba.Várias teorias tentam explicar a designação escola de samba. Ismael Silva – antigo sambista do morro do Estácio – justificava o nome pela proximidade do ponto de encontro dos mestres do batuque, da capoeira e do samba com a antiga escola normal, onde se formavam professores do ensino básico. Estudiosos dizem que já se usavam termo escola, no sentido da aprendizagem e do saber, nos blocos e ranchos.
A primeira escola de samba do Rio de Janeiro – a Deixa Falar – nasceu no Estácio e foi fundada em Agosto de 1929.Suas cores eram o vermelho e branco. A escola durou apenas cinco anos, mas marcou a história do carnaval carioca, com o seu pioneirismo. Também no Morro da Mangueira o compositor Cartola e seus companheiros formam uma escola a partir dos blocos existentes. Em 1932 Paulo da Portela e Antônio Rufino, organizadores do Bloco Pioneiros de Oswaldo Cruz, formam a escola Vai como Pode, mais tarde conhecida como Portela.
Ao longo das décadas, o carnaval sofreu inúmeras transformações. Diferentemente da confraria de sambistas de antigamente, as escolas de hoje organizam produções com qualidade e planejamento profissional. Os desfiles que começaram na Praça Onze na década de 30, foram transferidos para a Presidente Vargas, onde se montava e desmontava arquibancadas de ferro e madeira. Em 1984, foi criada a passarela do samba Darcy Ribeiro, mais conhecida como Sambódromo, onde são realizados os desfiles das agremiações carnavalescas.
Com tantas opções, escolha sua fantasia e caia na folia.

 

 
CAPA
EDIÇÕES ANTERIORES
www.jornalfolhadocentro.com.br
Admin
© 2007- FOLHA DO CENTRO - Todos os direitos reservados. - Desenvolvido por DMS
 
 
..