FOLHA DO CENTRO - 23 ANOS DE EXISTÊNCIA Edição N° 254 - Novembro de 2017.
COLUNAS
NOTICIAS
FOTOS
SERVIÇOS
PREVISÃO DO TEMPO
  Projeto Dançarte  
Professores do Dançarte vencem Campeonato Nacional de Samba

O Projeto Dançarte concedeu a seus professores Marlon Cruz e Mayara Araújo um diploma de honra ao Mérito oferecida pela Presidente Simone Montenegro e o Coordenador do Projeto Carlos Augusto da Cidade. O Motivo da honraria foi o fato de que os professores sagraram-se campeões do maior campeonato de samba do Brasil. ‘O Swing do Black’. “Para nós é um orgulho imenso a vitória deles, porque além de termos acompanhado um pouco a trajetória, inclusive os ensaios aqui no Projeto. Eu acho muito gratificante termos também professores tão gabaritados conduzindo nossos alunos”, declara Simone Montenegro.
O Swing do Black foi idealizado para valorizar o dançarino profissional, endossando a cultura do Samba de Salão Brasileiro. Neste ano foram 18 casais competidores de todo o Brasil. O casal de professores do Dançarte venceu nas duas baterias de modalidades por apenas um décimo de diferença do segundo colocado. “O concurso busca pelo Brasil, dançarinos de alto nível de dança profissional. Nós vencemos passando por duas categorias que foram improvisos e coreografia”, explica Mayara Araújo, que é formada pela Escola Municipal de Frevo de Recife, além da formação em Ballet, dança Contemporânea e ritmos Folclóricos.
Marlon Cruz veio de Recife para o Rio, e um dos seus objetivos aqui era trabalhar com mais empenho visando o concurso. Esta foi a terceira participação de Marlon, que já obteve junto a Mayara, a 9° colocação ano passado. “Desta vez nós tivemos um investimento no trabalho, com figurino, muita dedicação e uma coreografia bem montada”, revela Marlon, que começou carreira na dança no Município de Piedade, em Pernambuco, foi para Recife e agora no Rio de Janeiro comanda o núcleo de dança de salão do Dançarte.
A dupla de dançarinos se conheceu ainda em Recife. Mayara no Projeto é professora de Zumba para todas as idades e auxilia Marlon nas aulas de dança de salão. Novas turmas serão criadas pelos professores, inclusive com ritmos folclóricos para as crianças, como o Frevo e o Maracatu.
Além do primeiro lugar no Swing do Black 2017, os professores receberam o prêmio de revelação em outro concurso e estão no elenco principal do ‘Gafieira Brasil 2018’. “A gente treina de domingo a domingo, o Dançarte me disponibiliza salão pra treinar, o Projeto sempre acreditou em mim e no nosso trabalho e isso fez toda a diferença. Sem o Dançarte nós não treinaríamos o que seria preciso treinar para vencer a competição”, afirma Marlon. Os professores fazem questão de agradecer ao apoio do Projeto Dançarte, e também ao apoio do Mestre Jimmy de Oliveira, que eles julgam fundamentais na conquista do campeonato.

 

 
CAPA
EDIÇÕES ANTERIORES
www.jornalfolhadocentro.com.br
Admin
© 2007- FOLHA DO CENTRO - Todos os direitos reservados. - Desenvolvido por DMS